Museu Marítimo de Ílhavo
HOMENS E NAVIOS DO BACALHAU

Arquivo digital que documenta as campanhas bacalhoeiras desde o início do século XX

Património mês de outubro: refeições a bordo

01 Outubro 2018
Refeicao a bordo 1 772 2500

As refeições a bordo dos navios de pesca à linha do bacalhau variavam consoante o navio seguia viagem ou se encontrava no pesqueiro e eram constituídas por três momentos. Assim, durante a viagem eram servidas três refeições: o almoço (às 7h30 da manhã quando se rendia o quarto), o jantar (entre as 11h30 e as 12h00) e a ceia (entre as 18h30 e as 19h00). Quando se encontravam na faina e o trabalho era árduo, os intervalos das refeições eram, substancialmente, alterados: o almoço - servido antes d’Os Louvados, por volta das 4h00 (ou mais tarde quando a abundância do bacalhau justificava jornadas de trabalho que terminavam, por volta, das 05h00), a refeição preparada para os pescadores levarem no foquim, o jantar – a anteceder a escala -, e por fim, a ceia, servida após a escala do bacalhau pescado nesse dia. Servidas em dois turnos, quando o navio se encontrava na zona de pesca, primeiro comiam os escaladores e depois os salgadores. As refeições eram acompanhadas por vinho – aqueles que o levavam -, por água (servida na depa), chá ou café feitos diariamente e servido nas canecas de esmalte.